NOVA IGUAÇU - Policiais Militares do 20º BPM prenderam na noite desta segunda-feira (24), dois suspeitos de praticar assaltos a ônibus na Av Marechal Floriano Peixoto, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Os PMs, Sargento Peixoto, Cabo Felipe, Sargento Granja, e Sargento R da Silva, partiram atrás dos acusados, quando receberam informações confirmadas dos assaltantes dentro do coletivo. 

Os Policiais fecharam o cerco e prenderam em flagrante dois suspeitos com um simulacro de pistola, acompanhados dos pertences das vítimas, e cinquenta reais em espécie. Os mesmos: José Pedro Filho, de 28 anos e Igor Genesio da Conceição, de 18 anos foram encaminhados para 56 DP, onde foram reconhecidos pelas vítimas.


Fonte: Jornal Folha da Baixada
24/05/2016
BRASIL - O presidente interino Michel Temer sancionou a lei que torna obrigatório rodar em estradas com os faróis acesos mesmo durante o dia. A mudança no Código Brasileiro de Trânsito (CTB) foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (24). Segundo o Ministério das Cidades, as multas podem ser aplicadas somente depois de 45 dias da publicação, que é o prazo para os cidadãos se adaptarem a novas regras.

Até então, o uso de farol só era exigido para carros durante a noite e em túneis, independentemente do horário do dia.

O descumprimento será considerado infração média, com multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira de habilitação. O valor subirá em novembro deste ano (veja abaixo).

O projeto de lei foi proposto pelo deputado Rubens Bueno (PPS-PR), e relatado por José Medeiros (PSD-MT) no Senado. O parlamentar considerou que a imposição pode “aumentar” a segurança nas estradas.

“Trata-se da imposição de um procedimento bastante simples e de baixo custo que poderá aumentar a segurança nas estradas e assim contribuir para a redução da ocorrência de acidentes frontais nas rodovias e, consequentemente, salvar inúmeras vidas”, defendeu Medeiros.

Valor das multas
Antes de ser afastada para o julgamento do impeachment, Dilma Rousseff aprovou em abril medidas que endurecem as punições para infrações de trânsito. O valor das multas subirá entre 52% e 66% em novembro deste ano.

Além disso, a punição para o motorista que for flagrado falando ou "manuseando" o telefone passará de média para gravíssima.

Veja os novos valores:
Infração leve
- De R$ 53,20 para R$ 88,38 (aumento de 66%)
Infração média
- De R$ 85,13 para R$ 130,16 (aumento de 52%)
Infração grave
- De R$ 127,69 para R$ 195,23 (aumento de 52%)
Infração gravíssima
- De R$ 191,54 para R$ 293,47 (aumento de 53%)

Via Auto Esporte
24/05/2016
NOVA IGUAÇU - Acontece hoje, dia 24, no Shopping Nova Iguaçu o Sarau do Vulcão que reúne um grupo de jovens apaixonados por literatura, música boa e arte. O evento, que terá início às 19h, traz poesia, música e batalha de rap com temas sugeridos pela própria plateia. A interação com o público também acontece com o “microfone aberto”, que permite aos clientes declamarem poesias de onde estiverem sentados. O Sarau do Vulcão é realizado toda terça-feira, na praça de alimentação do shopping.

SARAU DO VULCÃO

Endereço: Av. Abílio Augusto Távora, 1.111 – Nova Iguaçu
Data: 24 de maio de 2016 (terça-feira)
Horário: 19h
Telefone: (21) 3812-1999
Livre. Evento gratuito





Via Shopping Nova Iguaçu
24/05/2016
NOVA IGUAÇU - O sonho da casa própria se tornou realidade para 2.640 pessoas no último sábado (21). É que a Prefeitura de Nova Iguaçu realizou, na Vila Olímpica, o sorteio das unidades habitacionais construídas nos condomínios Vila Provance e Vila Toscana, em Cabuçu. A meta é fechar o ano com 12 mil casas entregues pelo Programa Minha Casa Minha Vida. Um investimento de R$ 900 milhões. A prestação varia de R$ 25 a R$ 80, podendo sofrer alteração para a faixa de R$ 80 a R$ 120, conforme determinação do Governo Federal.

O prefeito Nelson Bornier destacou que Nova Iguaçu é o município do Estado do Rio de Janeiro que mais constrói no Minha Casa Minha Vida, apesar da falta de repasses do Governo Federal. São 36 mil pessoas inscritas no Programa. Bornier lembrou que durante seu primeiro mandato (1997-a 2000) entregou um condomínio pelo antigo Programa de Arrendamento Residencial (PAR), em Marapicu. “Fico feliz em ver a alegria das pessoas quando recebem a casa. Vamos continua trabalhando para entregarmos mais casas. Não é nenhum favor, pois as pessoas pagam impostos que são revertidos em benefícios”, finalizou, acrescentando que os condomínios construídos terão escola, posto de saúde e creche.

Destacando que o cronograma de construções do Programa Minha Casa Minha Vida está sendo cumprido, o secretário de Urbanismo, Habitação e Meio Ambiente, Giovanni Guidone, enfatizou que as unidades estão sendo entregues com toda infraestrutura. “Apesar das dificuldades, como a falar de repasse de verbas, estamos dentro do prazo e fazendo obras de qualidade”, resumiu o secretário. “Torcemos juntos comas pessoas para que sejam contempladas. É uma emoção muito grande ver a felicidade delas quando anunciamos o nome”, emendou a secretária de Assistência Social, Cristina Quaresma, lembrando que idosos e deficientes físicos têm preferência no sorteio.

Aposentada mora de favor em Marapicu

A aposentada Leila Aparecida Bonfim, 58 anos, não acreditou quando viu seu nome estampado no painel da Vila Olímpica. Tremendo, ela foi à mesa para receber as explicações sobre a documentação necessária. “Ai, moço....estou muito nervosa...”, disse saindo às pressas para dar a notícia aos parentes.

Ganhando R$ 880 e morando de favor em Marapicu, a aposentada Vera Lucia Fernandes, 57, não vê a hora de se mudar para o condomínio Vila Toscana, com dois netos. “Pedi muito a Deus e minhas preces foram ouvidas, pois há muitos anos sonhava em ter uma casa. Agora é vida nova”, disse a aposentada, enquanto era atendida por uma funcionária da Secretaria de Assistência Social.

Mãe de cinco filhos, a dona de casa Edna Alves do Carmo, 51, revelou que mora na casa de uma tia, no bairro Caiçaras. Contemplada com uma casa em Cabuçu, ela abraçou a filha Evelyn,4, ao ver seu nome no painel. “Nem sei o que dizer. É muita emoção. Agora é esperar e me mudar. Estou em estado de graça”, encerrou.

Participaram também da cerimônia do sorteio os secretários Thiago Portela (Governo), Rubens Borborema (Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana), Marcelo Lessa (Assuntos Estratégicos) , Paulo Cezar Pereira (Comunicação Social) e Aparecida Rosestolato (Educação), além do presidente da Companhia de Desenvolvimento de Nova Iguaçu (Codeni), Alcir Xavier, e os vereadores Alcemir Gomes, Luisinho da Cerâmica, Carlão Chambarelli e Jorge Marotte.

Via PMNI
24/05/2016
NOVA IGUAÇU - o mais novo shopping administrado pela Ancar Ivanhoe no Rio - será palco do show com integrantes do The Voice Kids Brasil. Reforçando o compromisso de incentivar a cultura e levar música boa para os shoppings, Pérola Crepaldi – finalista do Time Ivete e Ryandro Campos – semifinalista do Time Brown – se apresentam no dia 25 de maio às 19h30 no Palco do Shopping Nova Iguaçu. Grátis

Peróla Crepaldi

Finalista do The Voice Kids, do Time de Ivete, moradora de Apucarana, PR, Pérola Crepaldi tem 11 anos e é fã de Barbra Streisand e Whitney Houston. Ela faz aulas de técnica vocal, piano e teclado. Além de cantar na igreja, ela se apresenta em festivais, festa juninas e inaugurações na cidade.

Ryandro Campos

Nascido em Tombos, MG, Ryandro Campos tem 13 anos e foi criado em Porciúncula, interior do Rio de Janeiro. Ele canta desde pequeno, por influência de sua mãe, que era cantora profissional. Apesar de nunca ter feito aula de canto, já ganhou diversos concursos e faz shows em eventos. É fã de Maria Rita e Maria Gadú. Nas audições do The Voice Kids, empolgou a plateia com sua versão de “Fim de tarde”, do grupo Fat Family, e conquistou todos os técnicos: “Escolhi o Brown porque senti uma conexão com ele”.

Serviço:
- Show com Pérola Crepaldi e Ryandro Campos (finalista e semifinalista do The Voice Kids Brasil)
Horário: 19h30
Data: 25/05/2016
Local: Palco do Shopping Nova Iguaçu – Av. Abílio Augusto Távora, 1.111 – Nova Iguaçu. Telefone (21)3812-1999
Livre. GRÁTIS

Via Shopping Nova Iguaçu
24/05/2016
BAIXADA - Dos 41 policiais militares e civis mortos a tiros este ano no Rio, 18 foram vítimas na Baixada Fluminense e na Zona Oeste: nove em cada região. Na Zona Norte, sete perderam suas vidas e cinco na Zona Portuária. Outros morreram na Região Metropolitana, Região dos Lagos, Norte e Sul Fluminense. Dez PMs foram atingidos quando estavam em serviço (foram mortos em ataques ou em confrontos). A mais recente vítima da escalada da violência no estado, o policial militar Eduardo Ferreira Dias, assassinado em um dos acessos à Mangueira, domingo, foi enterrado ontem à tarde, no Cemitério Jardim da Saudade, Sulacap.

Dos policiais assassinados, cinco foram mortos em áreas de UPP, como Mangueira e Providência. 
Na Baixada, Nova Iguaçu é a cidade que registrou o maior número de policiais mortos: quatro no total. São João de Meriti e Belford Rocho estão logo atrás com dois casos cada. 

“É a região menos assistida pelo poder público. É uma ‘terra de ninguém’. Está provado que após a instalação de UPPs no Rio, a situação piorou por lá. É insegura até mesmo para os policiais, imagina para a população”, comentou o especialista em segurança pública e fundador do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Paulo Amêndola. Na lista de policiais mortos também há militares reformados e três policiais civis.

Já na Zona Oeste, o bairro que lidera às estatísticas é o Recreio dos Bandeirantes, com três crimes. Na Zona Norte, houve registro de morte de PM na Pavuna, Jacarezinho, Mangueira, Penha, Benfica e Engenho Novo.

Morto quando chegava para trabalhar na Mangueira, o PM Eduardo Ferreira foi sepultado nesta segunda-feira com honras militares. A viatura onde estava o soldado e outro PM — que não se feriu — foi atacada por dez criminosos que chegaram em carros, ‘fecharam’ a viatura e atiraram. Ele morreu após ser atingido no peito.

Ataques

Baixada 
Nova Iguaçu é a cidade da região que mais contabilizou morte de PMs nos primeiros cinco meses do ano. O caso mais recente foi do soldado Eryk da Cruz Laia, de 34 anos. Ele morreu depois de reagir a uma tentativa de assalto no bairro da Cerâmica. O policial era lotado no 20º BPM (Mesquita).

Zona Oeste 
O assassinato mais recente de um policial na região aconteceu no último 17 de maio. O policial civil Robson Luiz de Macena, estava de folga e foi morto em Guaratiba. No mesmo dia, um PM reformado também foi assassinado. Este crime ocorreu no Recreio.

Zona Norte
O policial morto mais recentemente na região foi na Mangueira, domingo. Eduardo Ferreira foi atingido no peito e não resistiu. Este ano, dia 7 de abril, o soldado Pablo Victor morreu em ataque na comunidade.

Via O Dia
Por Diego Valdevino
24/05/2016
NOVA IGUAÇU - Policiais Militares do 20º BPM prenderam na noite desta segunda-feira (24), dois suspeitos de praticar assaltos a ônibus na Av Marechal Floriano Peixoto, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. 

Os PMs, Sargento Peixoto, Cabo Felipe, Sargento Granja, e Sargento R da Silva, partiram atrás dos acusados, quando receberam informações confirmadas dos assaltantes dentro do coletivo. Os Policiais fecharam o cerco e prenderam em flagrante dois suspeitos com um simulacro de pistola, acompanhados dos pertences das vítimas, e cinquenta reais em espécie. 

Os mesmos: José Pedro Filho, de 28 anos e Igor Genesio da Conceição, de 18 anos foram encaminhados para 56 DP, onde foram reconhecidos pelas vítimas.


Fonte: Jornal Folha da Baixada
24/05/2016
NOVA IGUAÇU - Profissionais da Secretaria de Saúde de Nova Iguaçu vacinaram 83 idosos que moram no abrigo Lar Bom Samaritano, no bairro Califórnia. Acadêmicos de medicina da UNIG colaboraram com a ação, que aconteceu na manhã desta sexta-feira (20/05), último dia da campanha nacional de vacinação contra a gripe H1N1.

“Criamos várias estratégias para atender ao público alvo da campanha, da melhor maneira possível. E, demos atenção especial para idosos e acamados”, ressaltou o secretário de Saúde de Nova Iguaçu, Emerson Trindade. Durante a campanha a vacinação aconteceu também no Espaço Municipal da Terceira Idade (Esmuti) e nos abrigos Luz Escol e Esperança do Idoso. Além das 51 salas de vacina espalhadas pela cidade. Pessoas acamadas foram imunizadas, em suas residências, pelos agentes da Estratégia Saúde da Família.

Para o motorista aposentado, Jorge Mariano, de 65 anos, a iniciativa da secretaria foi muito boa. “Não quero pegar esta gripe, mas seria muito difícil sair do abrigo para me vacinar. Estou com as pernas machucadas e usando cadeira de rodas. Foi muito bom ser atendido aqui”, afirmou Jorge.

Em Nova Iguaçu a vacinação começou no dia 25 de abril. Idosos, com mais de 60 anos, profissionais de saúde, indígenas, presos e funcionários do sistema prisional, além de crianças de seis meses a 5 anos incompletos, doentes crônicos, gestantes e mulheres até 45 dias após o parto fizeram parte do público alvo.

Via PMNI
23/05/2016
NOVA IGUAÇU - O Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI/ Hospital da Posse) recebeu, nesta segunda-feira (16), mobiliário e equipamentos novos. As aquisições, apesar da crise financeira que o município atravessa, assim como o restante do País, são para enfrentar a superlotação.

“Nós temos um compromisso com a vida e sabemos da importância do Hospital da Posse para a região. Mesmo os outros municípios não fazendo a sua parte, nós atendemos e não medimos esforços para oferecer melhores condições a quem precisa”, afirma o prefeito de Nova Iguaçu, Nelson Bornier.

Em 2012, o HGNI atendia cerca de 4 mil pessoas por mês. Hoje esse número subiu para 12 mil. Devido ao grande número de atendimentos – 40% de fora do município de Nova Iguaçu-, a direção do hospital tem se esforçado diariamente para driblar as dificuldades e dar assistência médica a todos.

O diretor geral, Dr. Joé Sestello, agradeceu o empenho do prefeito Nelson Bornier e do secretário municipal de Saúde, Emerson Trindade. “A aquisição do mobiliário e dos equipamentos é muito importante para o HGNI, pois a chegada de novas macas, por exemplo, permitirá ofertar assistência com maior segurança e conforto aos pacientes atendidos na unidade . Nossa demanda é enorme, sem esforço ficaria muito difícil manter o hospital funcionando. Agradeço o apoio incondicional do prefeito e do nosso secretário”, disse Joé.

Foram entregues 30 armários, 34 macas fixas adulto, nove macas fixas pediátricas, 43 escadas de dois degraus, 35 mesas, 40 mesas de cabeceira com mesa de refeição e 11 poltronas reclináveis.

Via PMNI
23/05/2016
NOVA IGUAÇU - A emoção tomou conta da cerimônia de entrega de 300 casas populares do empreendimento Residencial Valparaíso, realizada hoje (20), no bairro Marapicu, em Nova Iguaçu. O Prefeito Nelson Bornier e a vice, Dani Nicolasina, acompanharam a entrega das chaves para as famílias, que desde 2013 eram amparadas pelo programa Aluguel Social Emergencial, quando perderam suas casas na chuva que inundou a cidade. Na ocasião, foi decretado estado de calamidade no município.

Bornier afirmou estar impressionado com a qualidade da obra e beleza do condomínio. O prefeito disse ainda que vai buscar junto ao Ministério das Cidades investimentos para que as obras não parem na região. “Além de casas para morar, vocês precisam de saúde e educação e eu vou lutar para que tenham isso aqui perto o quanto antes. Já estamos trabalhando para que as linhas de ônibus comecem a passar próximo ao condomínio de vocês. O nosso dever é oferecer políticas públicas para todos e estamos batalhando por isso. Meu objetivo é amparar todas as famílias iguaçuanas que cadastramos, com a sua casa própria”, explicou.

O secretário de Urbanismo, Habitação e Meio Ambiente, Giovanni Guidone, lembrou que Nova Iguaçu sempre saiu na frente quanto a políticas habitacionais. “No primeiro governo, em 1997, Nova Iguaçu foi a primeira cidade do Brasil que aderiu ao antigo Programa de Arrendamento Residencial, onde no ano 2000, entregamos as primeiras casas populares. Hoje, são cerca de 13 mil unidades habitacionais liberadas, o que faz de Nova Iguaçu a cidade que mais constrói casas populares em todo Estado do Rio de Janeiro. Agora, estamos buscando projetos para levar novos condomínios ao bairro de Austin e assim, ampliarmos a oferta”, avaliou.

Cristina Quaresma, secretária de Assistência Social, responsável pelo cadastro dos beneficiários, destacou que mesmo com o país em crise, o trabalho não parou na cidade. “Mesmo com dificuldades, o trabalho foi concluído com sucesso. É muito gratificante trabalhar com uma equipe comprometida, que se esforça para oferecer o melhor para a população. Fico muito feliz em ver que receberam suas casas, que é um dos maiores patrimônios que uma pessoa pode ter”, destacou ela.

Desde 2013, este é o quatro empreendimento entregue em Nova Iguaçu. A próxima conclusão do Programa Minha Casa Minha Vida está prevista para o mês de julho, com 300 residências do condomínio Miramar, também em Marapicu. Até dezembro de 2016, mais 1500 famílias recebem as chaves de casas populares, de cinco empreendimentos que estão em fase de acabamento na mesma localidade. Em dezembro, também está prevista a entrega do Empreendimento Jardim Guandú, no KM 32, com 200 casas que vão beneficiar outras famílias desabrigadas em 2013.

Antes amparada pelo aluguel social, Priscila Ferraz, 35, foi a primeira a receber as chaves da casa nova. Ela não conseguiu segurar as lágrimas. “Só tenho a agradecer a prefeitura. Primeiro, porque que nunca deixou de pagar nosso aluguel e hoje, pela casa que estamos recebendo”, agradeceu ela, que vai morar com o marido e cinco filhos.

Grávida de oito meses, Ana Carolina Vieira, de 21 anos, não vê a hora de fazer a sua mudança. “Estou indo agora mesmo fazer o pedido de ligação da energia elétrica para o meu apartamento. Caso consiga resolver isso, quero vir pra cá com meu marido e meus outros três filhos, até quarta-feira que vem. Tenho certeza que vamos ser muito felizes aqui. A casa é linda e estou muito satisfeita”, comentou ela.

Participaram da solenidade todo secretariado, representantes da Caixa Econômica Federal, lideranças comunitárias e o vereador Gilson Cunha.

Via PMNI
21/05/2016