Jovem que morreu com tiro acidental disparado por amigo é sepultada em Nova Iguaçu

NOVA IGUAÇU - O corpo de Carolina de Oliveira Bruno, de 18 anos, foi sepultado na tarde de ontem, no Cemitério Municipal de Nova Iguaçu. A jovem morreu na tarde da última segunda-feira, no Hospital da Posse, onde estava internada após ser atingida, supostamente, por um tiro acidental, desferido por um amigo que brincava com uma arma, na Praça São Jorge, no Bairro da Posse em Nova Iguaçu. Cerca de 200 pessoas, entre amigos e familiares e curiosos compareceram ao sepultamento. O pai da menina, Carlos Rogério estava abalado e não quis falar com a imprensa. A mãe, Jacqueline Azeredo, passou e precisou ser amparada por parentes. A imprensa não foi autorizada a se aproximar do velório, nem do enterro da estudante.

SUSPEITO SERIA EX-NAMORADO DA VÍTIMA

A Polícia ainda não divulgou qual a linha de investigação que está seguindo, mesmo tendo a autoria do crime confirmada. Nathan Cleiton da Costa, 20, que era esperado até a tarde da última segunda para prestar depoimento acabou não comparecendo. Uma vizinha da família, que não quis se identificar, informou que o rapaz seria ex-namorado de Carolina. No último sábado, dia da tragédia, testemunhas contaram que o suspeito, que estava com um revólver calibre 38 mm, em tom de brincadeira encostou a arma na cabeça da jovem. Ela, então, teria dito que não tinha medo. Quando ele apontou a o revólver no peito de Carolina, a arma disparou. Nathan ainda socorreu a garota para o Hospital da Posse, onde a deixou com a desculpa de que iria retornar assim que pegasse seus documentos, e não apareceu mais. Carolina, conhecida nas redes sociais como Carol Miller, deixou os amigos com saudades. No Facebook, muitas mensagens de despedida e de luto. “Carol era uma pessoa muito querida. Vai deixar muitas saudades”, dizia uma das mensagens postadas.






Via Jornal Hora H
Por Ivan Teixeira

2 comentários :

QUE DEUS CONFORTAS OS CORAÇOES DA FAMILIA.

Anônimo
18 de setembro de 2013 07:40 comment-delete

Essa história está mal contada. Revolver não dispara sem que o gatilho seja acionado
A policia tem que investigar a fundo

18 de setembro de 2013 12:25 comment-delete

Postar um comentário